Acordo entre Vale e a norueguesa Hydro cria gigante mundial do alumínio

Parceria de quase 40 anos se consolida com a transferência do controle de Paragominas, Alunorte, Albras e CAP, e a Vale passa a deter 22% das ações da Hydro.

maio 2, 2010

A empresa norueguesa Norsk Hydro ASA, terceira maior fornecedora mundial de alumínio, anunciou hoje, em Oslo, na Noruega, a assinatura de um acordo de troca de ações com a brasileira Vale, com quem mantém parceria há quase de 40 anos. A operação inclui a transferência do controle de Paragominas, uma das maiores minas de bauxita do mundo, 91% de participação na refinaria de alumina Alunorte, 51% na fábrica de alumínio Albras e 81% na futura refinaria de alumina CAP. Com esse acordo, a Hydro, que já detinha 34% de participação na Alunorte e 20% na CAP, assegura o suprimento de bauxita para sua produção pelos próximos 100 anos e consolida sua parceria com a Vale no mercado brasileiro.

 A Vale, com esta operação, transferirá para a Hydro 60% de sua participação em Paragominas, 57% da Alunorte, 51% da Albra e 61% do projeto da futura refinaria de alumina CAP, recebendo em troca US$ 1,1 bilhão em dinheiro e 22% das ações ordinárias da Hydro, A Hydro também assumirá uma dívida líquida de US$ 700 milhões. Antes da transação, a Hydro já detinha 34% da Alunorte e 20% na CAP.

A Hydro passa a ter o direito de adquirir os 40% restantes do capital da Paragominas em duas parcelas, em 2013 e 2015 respectivamente, contra um pagamento de US$ 200 milhões cada parcela. No total, cerca de 3.600 empregados da Vale serão assumidos pela Hydro com a transação, representando um significativo aporte de competência, conhecimento e talento nas operações de bauxita, alumina e alumínio. 

A Vale não poderá aumentar sua participação na Hydro além desse percentual, e manterá sua participação por pelo menos dois anos. Após esse período, se compromete a não vender ações que totalizem mais de 10% do capital da empresa para quaisquer compradores, individuais ou em grupo. Parte da operação e dos futuros investimentos da empresa no Brasil será financiada por novo aporte de capital a ser anunciado pela Hydro.

Os detalhes técnicos do acordo estão sujeitos à aprovação por assembléia geral dos acionistas da Hydro, à permissão dos parceiros nas joint ventures negociadas com a Vale, assim como a aprovações regulatórias relacionadas à operação. Mesmo assim, a Hydro considera que os riscos regulatórios associados à transação são limitados.

A finalização desta transação com a Vale é esperada para o último trimestre de 2010.

“Este acordo leva a Hydro para um novo patamar no cenário da indústria de alumínio global”, celebra Svein Richard Brandtzaeg, presidente e CEO da Hydro. “A operação vai assegurar o fornecimento de bauxita e alumina para nossas operações, melhorando significativamente nossa competitividade e tornando-nos financeiramente mais robustos e bem posicionados para crescer, tanto internacionalmente como na Noruega. A Vale é altamente respeitada por sua preocupação social e ambiental e seu compromisso de transformar recursos minerais em desenvolvimento sustentado, e a Hydro vai continuar a crescer mantendo esses padrões”, afirma.

As operações

Paragominas é a terceira maior mina de bauxita do mundo, com capacidade de produção da ordem de 9,9 milhões de toneladas anuais. O projeto de expansão previsto para atender a demanda da futura refinaria CAP vai aumentar essa capacidade para 15 milhões de toneladas.

Alunorte é a maior refinaria de alumina do mundo, com capacidade de produção de 6,3 milhões anuais. A Hydro já detinha 34% da Alunorte e vai aumentar sua participação para 91% com esta operação.

Albras é uma fábrica de alumínio que opera com energia hidrelétrica, com capacidade anual de 455 mil toneladas. Com a transação anunciada, a Hydro passará a deter 51% das ações.

Outras licenças de exploração  de bauxita da Vale também fazem parte da negociação, além da garantia de compra de quase toda a produção de bauxita a qual a Vale tem direito na MRN, empresa cuja participação acionária da  Hydro é de 5%. A carteira de contratos de venda de alumina também foi incluída.

O projeto CAP é uma refinaria de alumina em implantação, com capacidade anual de produção de 1,86 milhão de toneladas e potencial de expansão de até 7,4 milhões de toneladas, abastecida principalmente por Paragominas. A Hydro já detinha 20%  da CAP, e passará a controlar 81% com essa operação.

A Hydro

A Hydro, fornecedora mundial de alumínio e produtos de alumínio, é uma empresa norueguesa fundada em 1905 e está presente em 40 países dos cinco continentes. Com 19 mil colaboradores, registrou, em 2009, faturamento de 67,409 bilhões de coroas norueguesas.

Com mais de 85 anos de experiência como produtora de metais leves, a Hydro produz alumina no Brasil e na Jamaica e produz alumínio em: Austrália, Canadá, Alemanha, Noruega e Eslováquia. É líder mundial no segmento de reciclagem de metais e segunda maior produtora de energia hidrelétrica da Noruega, com 17 usinas no país e produção total de 7,897 GWh.

A Hydro também inaugurou em 12 de abril passado a maior fábrica de alumínio construída em uma etapa única, em joint venture com a Qatar Petroleum. A indústria, com capacidade de produzir 600 mil toneladas anuais que podem chegar a 1,2 milhão de toneladas, vai atender principalmente a demanda dos mercados em crescimento na Ásia, no Oriente Médio e nos Estados Unidos e teve investimentos de US$ 5,6 bilhões. 

A empresa está no Brasil há quase 40 anos e além das parcerias com a Vale desde 1974, mantém uma fábrica em Itu (SP), onde desenvolve tubos de precisão para refrigeração, sistemas construtivos e soluções de alumínio para a indústria automotiva, além de operação de reciclagem de alumínio.

 


Actualizado: outubro 11, 2016