Melhores resultados com preços mais altos, mas custos mais altos de matéria-prima

O lucro ajustado da Hydro antes de juros e impostos (EBIT/LAJIR) aumentou para NOK 3,14 bilhões no primeiro trimestre de 2018, em comparação com os NOK 2,28 bilhões no mesmo trimestre no ano passado. O aumento se deve especialmente os preços mais altos do metal all-in e dos preços da alumina realizados mais altos, os quais foram parcialmente afetados pelo aumento do custo das matérias-primas.

abril 25, 2018
  • EBIT ajustado de NOK 3,14 bilhões
  • Produção da Alunorte reduzida a 50% desde 1º de março, negociações com as autoridades brasileiras em andamento
  • Alumina e alumínio all-in realizados por preços mais altos, parcialmente afetados pela alta do custo das matérias-primas
  • Fortes resultados na área de negócios Soluções em Extrudados
  • Programa de melhorias “Better” afetado pela situação no Brasil, expectativa de não atingir a meta para 2018
  • Projeto-piloto de tecnologia de Karmoy acelera sua produção no decorrer do primeiro semestre de 2018
  • Perspectiva de crescimento da demanda global de alumínio primário em 2018 de 4-5%, mercado em direção a déficit – maior incerteza no mercado com as tarifas nos Estados Unidos, sanções contra a Rusal e a situação no Brasil


"Mantemos nossa mesma expectativa de um crescimento global da demanda de alumínio primário em 4-5% e esperamos que o mercado caminhe em direção a um déficit de alumínio primário em 2018”, disse o presidente e CEO da Hydro, Svein Richard Brandtzæg.

"As sanções dos Estados Unidos contra a Rusal causaram grande incerteza nos mercados de alumínio em nível mundial e causarão impacto nos fluxos de comércio e na disponibilidade de matérias-primas em toda a cadeia de valor do alumínio. O embargo da Alunorte pelas autoridades brasileiras causa ainda mais incerteza na indústria de alumínio e já levou ao corte de 50% da produção da fábrica de alumínio primário Albras e de 50% da produção da mina de bauxita Paragominas”, disse Brandtzæg.

A restrição de 50% da produção da Alunorte e a subsequente redução da produção da Hydro Paragominas em março teve um impacto negativo nos resultados da área de negócios Bauxita & Alumina no primeiro trimestre. O EBIT ajustado da área foi similar ao primeiro trimestre do ano passado. Tais resultados foram obtidos com o aumento do preço de venda da alumina, o qual foi afetado pela alta de preço das matérias-primas e pela redução da produção de ambas as plantas.

O EBIT ajustado da área de negócios Metal Primário declinou, se comparado com o primeiro trimestre do ano passado, por causa do custo mais alto das matérias-primas, mas também foi compensado, em parte, pela alta dos preços do metal all-in.

"O projeto-piloto de tecnologia de Karmoy vem aumentando sua produção. Estamos muito satisfeitos de ver que estamos pondo em prática a tecnologia mais eficiente do mundo em termos de clima e energia. Continuaremos a aumentar sua produção durante todo o primeiro semestre deste ano”, afirmou ele.

Na Mercados de Metal, o EBIT ajustado cresceu em comparação ao primeiro trimestre do ano passado. O aumento se dá pelo aumento do volume de vendas e pelas melhores margens das refusoras, além de melhores resultados de aprovisionamento e comercialização, e efeitos positivos de avaliação de estoque.

Também na área de negócios Produtos Laminados, o EBIT ajustado foi maior que no primeiro trimestre de 2017. No entanto, o aumento das margens e um maior desempenho de produção foram parcialmente impactados pelos efeitos cambiais negativos. Os resultados da refusora Neuss melhoraram em decorrência de efeitos positivos dos novos contratos de energia, inclusive um contrato interno com a área de negócios Energia.

O EBIT ajustado da área de negócios Soluções em Extrudados apresentou alta, se o comparamos com o EBIT proforma do primeiro trimestre de 2017, impulsionado por maiores volumes de vendas e margens.

"A prioridade da Hydro é continuar uma integração da Soluções em Extrudados que gere a criação de valor. Vemos que a área de negócios continua a ter um forte registro de melhorias, oferecendo soluções de valor agregado para clientes em todo o mundo”, afirmou o presidente.

O EBIT ajustado da área de negócios Energia, por sua vez, apresentou queda, comparado com o mesmo trimestre do ano passado. Queda esta que se deu, em especial, pela baixa de produção e pelos efeitos negativos de uma nova estipulação de preços para contrato interno de energia com a refusora Neuss. Tais efeitos negativos foram parcialmente compensados pela alta dos preços de venda. A produção no primeiro trimestre sofreu redução por causa de uma interrupção planejada para manutenção em uma das usinas de energia.

Devido à situação no Brasil, a expectativa é que o programa de melhorias “Better” não atinja sua meta de NOK 500 milhões para 2018.

A posição de dívida líquida da Hydro melhorou, passando de NOK 4,1 bilhões para 3,6 bilhões no final do trimestre. O caixa líquido obtido com as atividades operacionais somou NOK 2,0 bilhões, e o caixa líquido utilizado em atividades de investimentos, com exceção de investimentos de curto prazo, totalizou NOK 1,5 bilhão.

Além dos fatores apresentados acima, os lucros reportados antes de juros e impostos (EBIT) e a receita líquida incluem os efeitos listados na tabela abaixo. Os itens excluídos do EBIT ajustado e a receita líquida ajustada (perdas) estão definidos e descritos como parte da seção de metas alternativas de resultados (APM) no relatório trimestral.

(em inglês)

Key financial informationFirst quarter 2018First quarter 2017% Change prior year quarterFourth quarter 2017% Change prior quarterYear 2017
Key financial information  NOK million, except per share data
Revenue 39,971 23,026 74 % 38,803 3 % 109,220
Earnings before financial items and tax (EBIT) 3,301 2,410 37 % 4,511 (27) % 12,189
Items excluded from underlying EBIT (155) (126) (23) % (956) 84 % (974)
 
Underlying EBIT 3,147 2,284 38 % 3,555 (11) % 11,215
 
Bauxite & Alumina 741 756 (2) % 1,872 (60) % 3,704
Primary Metal 823 900 (9) % 1,377 (40) % 5,061
Metal Markets 178 24 >100 % 185 (4) % 544
Rolled Products 232 106 >100 % 95 >100 % 380
Extruded Solutions 734     284 >100 % 284
Energy 278 423 (34) % 457 (39) % 1,531
Other and eliminations 161 74 >100 % (715) >100 % (289)
Underlying EBIT 3,147 2,284 38 % 3,555 (11) % 11,215
             
Earnings before financial items, tax, depreciation and amortization (EBITDA 5,193 3,762 38 % 6,481 (20) % 18,344
Underlying EBITDA 5,038 3,637 39 % 5,524 (9) % 17,369
             
Net income (loss) 2,076 1,838 13 % 3,600 (42) % 9,184
Underlying net income (loss) 2,201 1,580 39 % 2,816 (22) % 8,396
             
Earnings per share 1.02 0.86 19 % 1.71 (40) % 4.30
Underlying earnings per share 1.06 0.75 41 % 1.33 (21) % 3.95
             
 
Financial data:
Investments 1,319 1,372 (4) % 24,632 (95) % 28,848
Adjusted net cash (debt) (16,890) (5,358) >(100) % (17,968) 6 % (17,968)
             
 
Key Operational information
Bauxite production (kmt) 2,326 2,400 (3) % 3,049 (24) % 11,435
Alumina production (kmt) 1,277 1,523 (16) % 1,693 (25) % 6,397
Primary aluminium production (kmt) 514 516 - 528 (3) % 2,094
Realized aluminium price LME (USD/mt) 2,140 1,757 22 % 2,092 2 % 1,915
Realized aluminium price LME (NOK/mt) 16,929 14,798 14 % 17,066 (1) % 15,888
Realized USD/NOK exchange rate 7.91 8.42 (6) % 8.16 (3) % 8.30
Rolled Products sales volumes to external market (kmt) 245 241 2 % 224 9 % 940
Extruded Solutions sales volumes (kmt) 362 178 >100 % 318 14 % 845
Power production (GWh) 2,433 2,869 (15) % 3,089 (21) % 10,835
Items excluded from underlying EBIT and net income NOK millionFirst quarter 2018First quarter 2017Fourth quarter 2017Year 2017
Unrealized derivative effects on LME related contracts (114) 18 140 220
Unrealized derivative effects on power and raw material contracts (87) 173 91 246
Metal effect, Rolled Products 47 (286) (146) (419)
Significant rationalization charges and closure costs - - 210 210
Other effects - - 212 212
Transaction related effects (Sapa) - - (1,463) (1,463)
Items excluded in equity accounted investments (Sapa) - (32) - 19
Items excluded from underlying EBIT (155) (126) (956) (974)
Net foreign exchange (gain)/loss 333 (218) 696 875
Calculated income tax effect (54) 86 (523) (564)
Other adjustments to net income - - - (125)
Items excluded from underlying net income 125 (258) (783) (788)

Actualizado: abril 25, 2018