Direitos humanos

Trata-se de respeito. Respeitar os direitos humanos é, portanto, uma exigência mínima que fazemos a nós mesmos.

Direitos humanos

Mediante a participação no Compacto Global e a parceria com a Anistia Internacional, procuramos contribuir para uma maior conscientização.

Em 1999, o Compacto Global foi criado pela iniciativa do secretário-geral da ONU, Kofi Annan. No ano seguinte, a Hydro era uma das primeiras empresas a aderir. Os membros se comprometem a apoiar dez princípios referentes aos direitos humanos, normas de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Desde 2002, a Hydro também tem um acordo de cooperação com a Anistia Internacional.

– A Anistia Internacional é um importante interlocutor que pode contribuir de forma construtiva para nossas discussões sobre os dilemas que enfrentamos em nossas atividades. Nossa meta é que a Anistia nos torne mais capazes de preservar e promover os direitos humanos ativamente – diz o Presidente-Executivo da Hydro, Svein Richard Brandtzæg.

– Nesse tipo de cooperação, é importante para nós manter uma posição independente em relação à empresa, e não há qualquer proteção contra um olhar crítico. No entanto, é muito interessante para nós ter reuniões com a Hydro onde podemos discutir problemas específicos e dar recomendações diretas sobre como a empresa pode lidar com seus desafios – diz Beate Ekeløve-Slydal, assessora política da Anistia Internacional Noruega.


Actualizado: outubro 11, 2016