Skip to content

História da energia

A aventura começou no início do século XX. Bem no alto das montanhas norueguesas, em um pequeno desfiladeiro em Hardangervidda, a majestosa cachoeira Rjukan trovejava no desfiladeiro. Mal sabia Rjukan que em breve seria o berço de uma nova indústria mundial.

Hydro_Rjukan__MG_6653.jpg

Em 1902, Sam Eyde, que fundou a Hydro com Kristian Birkeland, comprou a cachoeira inteira, antes que outros pensassem na ideia.

Em colaboração com Birkeland, um cientista, descobriu em 1903 como o nitrogênio do ar poderia ser usado para fazer fertilizantes.

O forno a arco que eles construíram foi considerado a maior invenção já feita na Noruega. Patente número um da Hydro. Foi o início de uma indústria que salvou milhões de pessoas da fome.

Como estudante na Alemanha, Eyde entrava e saía da casa de Werner von Siemens.

Quase não foi possível chegar mais perto da personificação da segunda revolução industrial. O engenheiro norueguês ficou muito inspirado.

Ele queria construir uma usina de energia. Ele queria criar uma indústria. Mas o que ele iria produzir? Lá em cima nas montanhas. Longe de portos, estradas, tudo. Muitas ideias foram jogadas na mesa.

Alumínio?

O alumínio era uma possibilidade, pois sua produção demanda muita energia. Mas e as matérias-primas? Bauxita, alumina. Eles estavam muito, muito longe.

A resposta se transformou em nitrogênio, retirado do ar. A energia elétrica transformaria o ar em alimento, por assim dizer.

Na Notodden, os fundadores reuniram energia suficiente para testar novas ideias na prática. Lá eles olharam outra cachoeira.

Svelgfoss. É considerado o melhor investimento de todos os tempos da Hydro.

A construção da usina Svelgfoss começou em 1905, ano em que a Hydro foi criada. A maior usina de energia da Europa entregou seus primeiros quilowatts em 1907. Então começou a construção da maior usina hidrelétrica do mundo - Vemork.

Não era apenas gigantesco. Era muito inovador, gerando energia renovável.

A força tornou-se fertilizante, tornou-se alimento - e deu vida a milhões.

A mudança tecnológica dos anos do pós-guerra trouxe a produção de fertilizantes para a era do petróleo. A energia hidrelétrica encontrou seu caminho para metais leves. Primeiro o magnésio, depois o alumínio. Com o investimento em Karmøy, no oeste da Noruega, a operação de energia Røldal-Suldal passou a fazer parte da família Hydro. Na Telemark, novas usinas de energia foram adicionadas. Produção ajustada. Mais competência em cada quilowatt.

Hoje, a Hydro é a terceira maior operadora de energia renovável na Noruega. Além disso, temos operações de energia em muitos outros países, especialmente no Brasil e na Alemanha.

Energia renovável em muitas formas diferentes. Água, vento e sol.

Os produtos de alumínio tornam o mundo mais eficiente em termos de energia e com menos emissões climáticas. Um pouco mais verde - 'Powered by Hydro' - Powered by Energy.