Skip to content

Melhorias nas operações da Alunorte

A Alunorte mantém constantes investimentos em melhorias com foco em sustentabilidade. Uma das prioridades é garantir que o sistema de controle, tratamento e armazenamento de água e efluentes da refinaria esteja preparado para operar em severas condições climáticas.

water samples at alunorte refinery in brazil

A Alunorte investiu R$ 675 milhões em melhorias em seus sistemas de recebimento, controle, bombeamento e tratamento de água. Além de duas novas bacias, as soluções incluem novos instrumentos de automação e controle, novas câmeras para monitoramento das bacias e uma nova estação de tratamento de água. Essas melhorias aumentaram a capacidade para  tratar mais de 50% da água por hora. O sistema já opera com 23 novas bombas.

Junto com a nova estação de tratamento de água, a construção das duas novas bacias de contenção, realizada em 2019, aumentou a capacidade de contenção de água recebida dos drenos da área operacional. As duas bacias têm capacidade de armazenar o equivalente a 73 piscinas olímpicas.

“Este investimento está em linha com o objetivo da empresa de tornar a Alunorte uma referência mundial em eficiência, segurança e qualidade para o setor do alumínio.”

– Carlos Neves, Diretor de Operações de Bauxita & Alumina da Hydro, press release 11 de Fevereiro, 2020.

As melhorias realizadas têm respondido positivamente às necessidades de operação da refinaria. Essas e outras ações fazem parte da rotina operacional da refinaria, que segue rígidos padrões de qualidade e segurança.

É a quantidade de chuva que determina a capacidade de tratamento de água necessária. Estima-se que 80% da água coletada e tratada com segurança na Alunorte é proveniente da chuva - proveniente da área da refinaria ou das bacias pluviais dos depósitos de resíduos de bauxita. Apenas 20% da água que passa pelo sistema de tratamento de água é proveniente da produção de alumina.

Resposta de Emergência

A refinaria está empenhada em tornar os seus procedimentos ainda mais seguros e robustos, o que inclui a revisão já concluída do seu Plano de Resposta a Emergências e a criação de um Plano de Apoio a Emergências às Comunidades, estruturado especificamente para fazer face às necessidades das comunidades. A refinaria também mantém a Brigada Ambiental Comunitária, com a participação de 26 residentes das comunidades de Itupanema, Vila Nova, Bom Futuro, Jardim Cabano, Pioneiro, Laranjal, Murucupi, Burajuba e Água Verde. As brigadas comunitárias prestam primeiros socorros e atendimento emergencial em áreas próximas à refinaria da Alunorte. Embora não seja obrigatório por lei, a Brigada Ambiental Comunitária apoia os profissionais locais e é uma forma de estar mais próxima das comunidades. Essa brigada recebe treinamento periódico para prestar primeiros socorros e atendimento emergencial em áreas próximas à Alunorte. Embora não seja obrigatório por lei, essa brigada apoia o desenvolvimento dos profissionais locais e é uma forma de estar mais próxima das comunidades.

A Alunorte promove simulados de emergência com participação de equipes internas, autoridades e comunidade. Em 2020, a Brigada Comunitária participou de quatro simulados ambientais, realizando também atividades como fiscalização, monitoramento de água, medição de chuvas. Eles também apoiaram a prevenção do COVID-19 nas comunidades.

Além disso, em 2018, a Alunorte adquiriu novos veículos como ambulância, caminhão de bombeiros e picapes com giroscópio e alto-falantes.

Todos os investimentos, planejamento e melhorias seguem a meta da empresa de tornar a Alunorte uma referência mundial em eficiência operacional, segurança e qualidade para o setor de alumínio.

Clique abaixo para saber mais sobre os sistemas hídricos e como a Alunorte se prepara para as mudanças climáticas.