Skip to content

Transação entre Hydro e Vale na área de alumínio deve ser concluída hoje

A Norsk Hydro ASA (Hydro) espera concluir hoje, 28 de fevereiro de 2011, a transferência dos negócios de alumínio da Vale S.A. (Vale).

Nesse sentido, o Conselho de Administração da Hydro decidiu emitir cerca de 448 milhões de ações para a Vale, através da Vale Austria Holdings GmbH, subsidiária totalmente controlada pela Vale, como parte do pagamento dessa transação histórica, na qual a Hydro assume os negócios de bauxita, alumina e alumínio da Vale no Brasil, conforme anunciado previamente em maio de 2010.

A transação proporcionará à Hydro ativos de alta qualidade no Brasil, incluindo controle e participação total na Mineração Paragominas, uma das maiores minas de bauxita do mundo, 91% da maior refinaria de alumina do mundo, a Alunorte, 51% da fábrica de alumínio Albras e 81% do projeto de refinaria de alumina CAP. A transação inclui também licenças adicionais de bauxita e um acordo de compra de bauxita correspondente aos 40% de participação da Vale na mina de bauxita MRN, localizada no oeste do Pará.

“Este é um dia histórico para a Hydro, que marca o início de uma nova era como uma companhia de alumínio totalmente integrada e realmente global. Essa transação transformará a Hydro, que contará com a base de recursos necessária para continuar a ter um papel ativo e firme na promissora e crescente indústria de alumínio”, afirma o presidente e CEO da Hydro, Svein Richard Brandtzæg.

A Hydro firma agora sua posição em três regiões mundiais estrategicamente importantes e ricas em recursos: Brasil, norte da Europa e Qatar – cada área com importância distinta para o crescimento futuro da Hydro. “É com grande prazer que dou as boas-vindas a 4.200 novos colegas, altamente competentes e bem equipados para garantir um curso firme para a Hydro no futuro”, acrescenta Brandtzæg. 

Como parte da transação, a Vale repassa 60% da Mineração Paragominas, 57% da Alunorte, 51% da Albras e 61% do projeto de refinaria de alumínio CAP. Antes da transação, a Hydro já contava com uma participação de 34% na Alunorte e 20 % na CAP.

Ao todo, por volta de 4.200 empregados ligados à cadeia de alumínio da Vale passarão a fazer parte da Hydro em consequência da transação, representando uma adição significativa de competência, conhecimento e habilidades nas áreas de negócios de bauxita, alumina e alumínio. O vice-presidente executivo, Johnny Undeli, dirigirá os novos negócios de Bauxita e Alumina da Hydro, com sede no Rio de Janeiro.

A transação está avaliada em aproximadamente USD 5,27 bilhões no ato da conclusão. O pagamento inclui 22% do capital acionário da Hydro – avaliado em cerca de USD 3.53 bilhões considerando o preço de fechamento da ação da Hydro de NOK 44,63 (coroas norueguesas) e a taxa de câmbio de 5,66 entre NOK e USD em 25 de fevereiro de 2011, cerca de USD 1.08 bilhão em pagamento em dinheiro para a Vale, com a Hydro assumindo uma dívida líquida de aproximadamente USD 660 milhões dos negócios transferidos no final de janeiro de 2011.

Além disto, a Hydro se compromete a assumir a participação remanescente de 40% na Mineração Paragominas através de dois pagamentos em dinheiro de USD 200 milhões cada, a serem realizados respectivamente em 2013 e 2015.

As operações da Vale assumidas pela Hydro serão consolidadas na contabilidade da empresa norueguesa a partir do mês de março de 2011 e os resultados gerados por estas operações neste mês serão incluídos nos resultados do primeiro trimestre da Hydro. Uma nova área de negócios será criada, Bauxita & Alumina, e incluirá as operações relacionadas à bauxita e à alumina. A fábrica de alumínio Albras será incluída na área de negócios de Metais Primários da Hydro.

Como pagamento parcial, 447.834.465 ações serão emitidas para a Vale, com valor nominal de NOK 1.098 cada. Depois da transação ser concluída, o novo capital social da Hydro será de NOK 2.271.760.107,048, dividido em 2.068.998.276 ações, com valor nominal de NOK 1,098 cada. A Hydro detém 33.387.070 ações próprias e o número de ações restantes será, por conseguinte, 2.035.611.206.

Os dois maiores acionistas da Hydro passarão a ser o Estado da Noruega, representado pelo Ministério de Indústria e Comércio, e a Vale, com respectivamente 34,3 % e 21,6 % de participação das ações emitidas, correspondendo a 34,8% e 22,0% das ações disponíveis no mercado.

Segundo o acordo celebrado anteriormente entre a Hydro e a Vale, a Vale concordou em não aumentar sua participação na Hydro além dos 22%, em manter suas ações na Hydro por no mínimo dois anos após a transação estar concluída e, após este período de dois anos, não vender ações que representem mais de 10% das ações emitidas da Hydro para qualquer grupo ou comprador único. 

Segundo o acordo, a Vale tem o direito de ter um representante no Conselho Administrativo da Hydro. O Diretor Executivo de Operações de Metais Básicos da Vale, Tito Martins, foi eleito membro do Conselho pela Assembléia Corporativa da Hydro.Ele integrará o Conselho da Hydro como o seu décimo membro imediatamente após a conclusão da transação.