Skip to content

Projeto de alumina da CAP é adiado

Conselho de Administração da Companhia de Alumina do Pará (CAP) decide adiar a construção da nova refinaria, localizada em Barcarena, no estado do Pará, Brasil.

A incerteza sobre o equilíbrio entre a oferta e demanda de alumínio no curto e médio prazos e os desdobramentos da economia mundial são as principais razões para o adiamento do projeto da CAP.

A nova refinaria de alumina, fornecedora de matéria prima para produção do alumínio, estava programada para começar a produzir em 2015 usando bauxita de uma expansão na mina da Hydro localizada no município paraense de Paragominas, no Brasil.

A Companhia de Alumina do Pará tem como proprietárias a Hydro (81%) e a Dubal (19%).

“A decisão de adiar a CAP não implica em mudança na nossa confiança de longo prazo no mercado de alumina e alumínio relacionado ao projeto. Desafios econômicos em diversos países e regiões do mundo, como na Europa, resultaram em volumes de produção menores que os esperados por nossos clientes”, afirma o vice-presidente executivo Johnny Undeli, responsável pelas operações de Bauxita e Alumina da Hydro.

Os sócios da CAP acompanharão atentamente o comportamento do mercado para poderem planejar a retomada do projeto no tempo devido.