Skip to content

O caminho para a Copa da Noruega é se esforçar na escola

Em Barcarena, no Norte do Brasil, a Hydro apoia um programa que motiva jovens a terem bom desempenho escolar combinando futebol e educação.


Em 2001, a Hydro, em cooperação com a administração municipal de Barcarena, no Estado do Pará, lançou o programa educacional "Educação pra Gente". A iniciativa inclui a participação do time Alunorte Rain Forest (ARF) na Copa da Noruega, em Oslo.

Geraldo Brittes, conselheiro sênior e antigo diretor industrial da Hydro Alunorte, diz que os ingredientes do programa são tipicamente brasileiros.  "No Brasil, o futebol é um esporte muito importante. A educação precisa ser melhorada no país e temos mostrado, com o programa, que o futebol é uma ferramenta importante para conseguir essa melhoria."

A Hydro é a maior empregadora no município de Barcarena e o Brasil é o país em que a empresa possui o maior número de empregados. No Brasil, a Hydro lavra bauxita, refina alumina e produz alumínio.

Copa da Noruega como fator motivador

Pela primeira vez em 2001, a Hydro patrocinou a participação de um time de Barcarena na Copa da Noruega, um dos maiores torneios do mundo de futebol infantojuvenil. Desde então, anualmente, um novo time é formado. 

As habilidades com a bola são, obviamente, importantes, mas os jogadores só entram para a equipe se também conseguirem demonstrar boas notas, bom comportamento e aproveitamento escolar.

Éberson da Silva, de 16 anos, diz que teve que tentar três vezes até ser admitido no time.

“As minhas notas na escola não eram boas e costumava faltar às aulas para ficar na rua. Hoje, vou cedo para a cama, pratico esportes, estudo e sou uma pessoa mais responsável. Além de adquirir habilidades com a bola, também aprendemos que a educação é a base de tudo”.

Marília Godinho, professora de Éberson, comenta os efeitos do programa: “Sem dúvida, a participação dele e dos outros alunos na escola aumentou. Os resultados são admiráveis, pois conseguimos mudanças no comportamento social, não apenas por parte dos alunos, mas também por parte das famílias que observam e acompanham as crianças mais de perto”, diz Godinho.

A diretora da escola, Deborah Ribeiro, que coordenou a participação da escola Laurival Magno Cunha no programa nos últimos três anos, testemunha as mudanças entre os alunos.  “Houve um progresso significativo no aproveitamento escolar, melhora nas relações entre pais, alunos e escola e maior conscientização dos jovens do seu papel de cidadãos do mundo.”

Iniciativa promove a cultura da paz

O programa Educação pra Gente estimula e reconhece o compromisso com as boas práticas sociais para a implantação da cultura de paz na escola. O esporte entra como um estímulo para a participação dos alunos nas atividades educacionais de combate à violência, pois só aqueles que participam da parte educacional e são bons de bola podem concorrer a uma vaga no time de futebol Alunorte Rain Forest (ARF) e participar da Copa da Noruega, um dos maiores torneios infantojuvenis de futebol do mundo.