Skip to content

As portas abertas às mulheres da fábrica de alumínio alemã da Hydro

O setor industrial da Alemanha é tradicionalmente dominado por homens. Porém, na laminação de alumínio da Hydro em Grevenbroich, Alemanha, a Hydro deu início a vários programas de aprendizagem para aumentar a proporção de mulheres na produção.

A Hydro engloba uma enorme diversidade em termos de educação, experiência, gênero, idade e bagagem cultural. A diversidade, em si, é um recurso fundamental - também quando se trata de inovação.

Em 2015, 13,5 % dos aprendizes de Grevenbroich eram mulheres. A partir de 1º de fevereiro do ano que vem, esta parcela será de 15,5%.

Uma das empregadas, Lene Krause, completou o programa de aprendizagem (treinamento profissionalizante) há 2 anos e meio, e só tem palavras positivas para descrever a sua experiência como mulher na fábrica.

"Claro que, no início, foi muito estranho trabalhar em um ambiente dominado por homens, mas somente tenho relatos positivos a fazer. Trabalhar nesta profissão não requer - ao contrário do que se pensa - tanta força física. O que é necessário são as competências, conhecimentos e raciocínio rápido. Gostaria de mencionar também que aqui você encontrará tudo o que precisa para cumprir um bom programa de treinamento profissionalizante," diz Krause.

A Hydro valoriza muito a formação e a diversidade no ambiente de trabalho, e, por isso, estabeleceu vários programas de treinamento dirigidos a recrutar mulheres. Um dos novos programas foi lançado na primavera de 2015, no qual jovens entre 15 e 16 anos acompanharam uma empregada durante 4 dias para obter experiência nas diferentes áreas técnicas.

O treinamento profissionalizante para os aprendizes na Alemanha é um "sistema misto", no qual as aprendizes obtêm experiência no próprio trabalho, como elemento central do treinamento, adquirindo as alunas conhecimentos e experiência pelo método de "aprender fazendo."