Skip to content

Terceiro trimestre de 2015

No terceiro trimestre de 2015, os lucros antes de juros e impostos da Hydro foram reduzidos a NOK 2,215 bilhões, comparados com os NOK 2,667 bilhões do trimestre anterior. Os resultados do trimestre foram afetados pela redução havida nos preços da alumina e do alumínio, mas influenciados de forma positiva pelo maior volume de vendas de produtos laminados e produção recorde de bauxita.

  • LAJIR subjacente de NOK 2,215 bilhões
  • Custos implícitos da alumina historicamente baixos devido à produção recorde de bauxita e efeitos de câmbio
  • Alumina e alumínio “all-in” realizados a preços mais baixos
  • Desenvolvimento downstream sólido em trimestre sazonalmente fraco
  • Assinatura de protocolo de intenções com a Vale para o aumento das ações na MRN a 45 %
  • Perspectiva da demanda global de alumínio primário de aprox. 4 % em 2015

O LAJIR subjacente da área de negócios Bauxita & Alumina teve alta em comparação com o segundo trimestre, especialmente em virtude da baixa do Real e o aumento da produção na Paragominas e na Alunorte. A alta, porém, foi parcialmente nivelada pela queda no preço da alumina indexada e ligada à Bolsa de Londres.

"A produção de bauxita atingiu níveis recordes, refletindo as medidas de melhoria contínua adotadas nos últimos anos na Paragominas. No intuito de continuar a fortalecer nossas operações de bauxita, assinamos um protocolo de intenções com a companhia de mineração Vale sobre a possível aquisição de seu bloco de ações de 40 % na produtora de bauxita MRN”, disse o presidente executivo, Svein Richard Brandtzæg.

A produção recorde de bauxita, juntamente com os efeitos cambiais favoráveis, contribuiu para que os custos implícitos de alumina fossem historicamente baixos no período.

O LAJIR subjacente da área de negócios Metal Primário diminuiu em razão dos preços da alumina e dos produtos premium terem sido realizados a preços menores neste terceiro trimestre, ainda que compensados em parte pela alta do dólar americano e o aumento do volume de vendas.

O LAJIR da Mercados de Metal, ao contrário, apresentou melhora no terceiro trimestre em decorrência de melhores resultados de abastecimento e atividades comerciais, além dos efeitos cambiais positivos e a valorização do inventário. Contudo, esta melhora foi parcialmente limitada pelos resultados mais baixos das operações de refusão decorrentes de volumes sazonais e margens menores na Europa.

A área de negócios Produtos Laminados também apresentou melhora no LAJIR do trimestre, se comparado com o segundo trimestre do ano, devido a custos sazonais reduzidos e maior volume de carregamentos. No entanto, os resultados foram parcialmente afetados por uma contribuição mais modesta da Rheinwerk em consequência dos preços baixos do metal “all-in”.

"É uma satisfação ver que a Produtos Laminados teve um semestre mais forte, acima do que consideramos normal para um terceiro trimestre, graças ao aumento geral da demanda por produtos de engenharia,” comenta Brandtzæg.

Neste terceiro trimestre, o LAJIR subjacente da área de negócios Energia também superou o trimestre anterior, em particular pela alta produção do período, influenciada pela chegada tardia da primavera nas montanhas norueguesas, ainda que este tivesse sido grandemente contrabalançado pelos preços “spot” mais baixos e impostos territoriais mais elevados.

No que diz respeito à Sapa, o LAJIR subjacente do terceiro trimestre na empresa apresentou queda em comparação com o trimestre passado, influenciado por volumes sazonais menores na Europa, ainda que parcialmente compensados pelo forte desenvolvimento dos produtos premium no mercado americano, o que não tinha acontecido no segundo trimestre, quando se sofreu o impacto negativo da queda dos produtos premium na América do Norte. O avanço rápido dos programas de melhoria também contribui para os resultados do trimestre. 

O fluxo de caixa operacional somou NOK 4,5 bilhões no terceiro trimestre, incluindo uma redução de capital de trabalho de NOK 2,1 bilhões. O fluxo de caixa utilizado para atividades de investimento totalizou NOK 1,2 bilhão. A liquidez da Hydro aumentou em NOK 2,6 bilhões durante o terceiro trimestre, ficando em NOK 3,3 bilhões no final do mesmo, influenciada também pelos efeitos de conversão de câmbio de aprox. NOK 0,6 bilhão pelo fortalecimento do dólar americano em relação à coroa norueguesa.

Os lucros reportados antes de juros e impostos totalizaram NOK 1,630 bilhão no terceiro trimestre. Além dos fatores apresentados acima, o LAJIR reportado incluiu perdas líquidas de derivados não realizados e efeitos negativos na ordem de NOK 520 milhões ao todo. Os lucros reportados também incluíam um custo líquido de NOK 65 milhões (cota da Hydro) na Sapa, inclusive NOK 48 milhões relacionados com a reestruturação.

No trimestre anterior, os lucros reportados antes de juros e impostos somaram NOK 2,698 bilhões, inclusive ganhos líquidos de derivados não realizados e efeitos cambiais favoráveis de NOK 132 milhões ao todo e uma compensação de NOK 37 milhões de seguro. Os lucros reportados também incluíam um custo de NOK 139 milhões (cota da Hydro) para a Sapa, inclusive NOK 106 milhões relacionados com a custos de reestruturação.

A receita líquida somou a quantia negativa de NOK 1,345 bilhão no terceiro trimestre, inclusive perdas cambiais líquidas cambiais de NOK 3,205 bilhões, especialmente em virtude de perdas cambiais não realizadas de dívidas em dólar americano, em particular no Brasil, e derivados incluídos em contratos de energia em euro. No trimestre anterior, a renda líquida tinha sido de NOK 2,064 bilhões, incluindo ganhos cambiais de NOK 346 milhões, em geral em consequência de ganhos cambiais não realizados de dívidas em dólar americano no Brasil.

Em inglês:

Key financial information
NOK million, except per share data Third
quarter
2015
Second 
quarter
2015
% change prior quarter Third
quarter
2014
% change prior year quarter First 9
months

2015
First 9
months
2014
Year
2014
 
                 
Revenue 21,594 22,436 (4)% 19,698 10% 67,320 56,251 77,907
               
Earnings before financial items and tax (EBIT) 1,630 2,698 (40)% 1,937 (16)% 7,533 3,379 5,674
Items excluded from underlying EBIT 586 (31) >100 (447) >100% 557 (573) 18
Underlying EBIT 2,215 2,667 (17)% 1490 49% 8,090 2,806 5,692
                 
Underlying EBIT:              
Bauxite & Alumina 628 482 30% (26) >100% 1,889 (583) (55)
Primary Metal 762 1,448 (47)% 1,216 (37)% 4,221 1,948 3,937
Metal Markets 291 (89) >100% 171 70% 227 412 634
Rolled Products 331 315 5% 243 36% 938 601 698
Energy 191 179 7% 234 (18)% 752 838 1,197
Other and eliminations 12 333 (96)% (349) >100% 63 (409) (717)
Underlying EBIT 2,215 2,667 (17)% 1,490 49% 8,090 2,806 5,692
                 
Underlying EBITDA 3,394 3,880 (13)% 2,615 30% 11,711 6,129 10,299
             
Net income (loss) (1,345) 2,064 >(100)% 665 >(100)% 1,791 1,396 1,228
Underlying net income (loss) 1,337 1,830 (25)% 1,043 32% 5,413 1,748 3,728
                 
Earnings per share (0.65) 0.94 >(100)% 0.29 >(100)% 0.76 0.57 0.39
Underlying earnings per share 0.61 0.83 (27)% 0.43 43% 2.39 0.72 1.55
                 
Financial data:                
Investments 1,316 1,192 10% 889 48% 3,309 2,176 3,625
Adjusted net interest-bearing debt  (9,272)  (11,000) 16%  (14,061)  34%  (9,272)  (14,061)  (13,587)
                 
Key operational information
Alumina production (kmt) 1,498 1,437 4% 1,478 1% 4,385 4,432 5,933
Primary aluminium production (kmt) 520 509 2% 487 7% 1,525 1,459 1,958
Realized aluminium price LME (USD/mt) 1,685 1,803 (7)% 1,906 (12)% 1,795  1,803 1,805
Realized aluminium price LME (NOK/mt) 13,779 13,923 (1)% 11,909 16% 14,032 11,075 11,624
Realized NOK/USD exchange rate 8.18 7.72 6% 6.25 31% 7.82 6.14 6.28
Metal products sales, total Hydro (kmt) 809 830 (3)% 804 1% 2,406 2,505 3,274
Rolled Products sales volumes to external market (kmt) 248 243 2% 244 2% 719 732 946
Power production (GWh) 2,893 2,103 35% 2,170 31% 8,012 7,382 10,206

Recommended for you