Skip to content

Hydro e reabilitação

A Hydro é consciente da sua responsabilidade como empresa de alumínio com atividades de mineração de bauxita no estado do Pará, no norte do Brasil. Como resposta a uma matéria da BBC Brasil sobre as operações de bauxita e alumina da empresa, a Hydro publicou uma visão geral com os principais fatos relacionados à matéria da BBC.

Leia a matéria da BBC aqui; veja o posicionamento da Hydro aqui

O alumínio, parte fundamental de um futuro com baixa emissão de carbono, é feito de alumina, óxido refinado que tem a bauxita como matéria-prima. Após a aquisição pela do negócio de alumínio da Vale em 2011, a Hydro opera uma grande mina de bauxita, no município de Paragominas, e a refinaria de alumina Hydro Alunorte, no município de Barcarena. Essas operações alimentam com matérias-primas a produção de alumínio da Hydro em todo o mundo.

Operar em áreas vulneráveis requer os mais altos padrões em saúde, segurança e meio ambiente. A Hydro trabalha continuamente para aprimorar e contribuir para elevar os padrões da indústria. A Hydro busca fazer isso em colaboração com as comunidades e autoridades locais.

Como parte dos esforços da Hydro para melhorar sempre, a empresa possui metas específicas e mensuráveis, inclusive para padrões ambientais.

Compromisso de longo prazo e metas

A Hydro adquiriu operação da mina de bauxita em Paragominas em 2011. A mina está localizada em áreas de floresta secundária, que foi sujeita à exploração madeireira e pastoreio de gado desde 1970. Não se trata de uma área de floresta virgem.

A aspiração de longo prazo da Hydro para o trabalho de reabilitação é recuperar a maior parte possível da estrutura florestal original e da biodiversidade, em comparação com o que era antes da exploração de madeira e do agronegócio começarem na área.

Em 2012, a Hydro estabeleceu um objetivo de reabilitação de 1 por 1, o que significa que, a cada ano, a companhia visa reabilitar as áreas mineradas que se tornam disponíveis para reabilitação. A Hydro tem feito progressos para alcançar esse objetivo, informados anualmente no relatório anual da Hydro (página 30-31 do relatório anual de 2016).

Além disso, a Hydro tem como objetivo fechar a lacuna de reflorestamento que existia em 2011, quando a Hydro assumiu a mina. Este objetivo, que deverá ser alcançado até 2020, significa que, além de reabilitar as áreas onde a companhia realiza atualmente atividades de mineração, a Hydro também reabilita áreas que foram abertas antes da aquisição em 2011.

Como parte dos esforços para alcançar a aspiração de longo prazo, em 2013, a Hydro iniciou e tornou-se parceira e principal financiadora do consórcio de pesquisa Brasil-Noruega BRC, conforme citado no site hydro.com e no site do BRC.

A Hydro investiu cerca de NOK 10 milhões no BRC, que reúne cientistas noruegueses e brasileiros para desenvolver pesquisas sobre biodiversidade e clima para garantir uma abordagem científica para a reabilitação. A intenção também é compartilhar os resultados e a competência com outras partes interessadas para ajudar os esforços do Brasil para alcançar os objetivos climáticos estabelecidos no Acordo de Paris. Veja na página do BRC

A Hydro é membro do Conselho Internacional de Mineração e Metais, cujo objetivo principal é fortalecer o desempenho ambiental e social da indústria. Veja a página do ICMM

A Hydro também tem um objetivo climático concreto, com a meta de ser carbono neutra até 2020. A meta calcula as emissões de CO2 da cadeia de produção total do alumínio, incluindo a operação de mina e os efeitos da reabilitação em Paragominas.

A estratégia climática também calcula os benefícios do uso de alumínio em produtos e aplicações que ajudam a reduzir as emissões de CO2, como em carros e construções mais eficientes em energia, aplicações solares e embalagens. Veja no site.