Skip to content

Segundo trimestre de 2017: Melhores resultados graças aos preços mais altos do alumínio

O lucro ajustado da Hydro antes de juros e impostos aumentou para NOK 2,93 bilhões no segundo trimestre de 2017, em comparação com os NOK 2,28 bilhões no primeiro trimestre, devido especialmente aos preços mais altos do alumínio e do desenvolvimento favorável do câmbio. No entanto, os preços de alumina realizados mais baixos e o aumento do custo da matéria-prima tiveram um impacto negativo nos resultados.

  • Lucro ajustado de NOK 2,93 bilhões
  • Preços do alumínio all-in realizados mais altos, mas parcialmente afetados pelos preços mais baixos da alumina e custos mais altos de matéria-prima
  • Resultados da Produtos Laminados afetados pela redução das margens ligadas aos mix de produtos e desafios operacionais
  • Resultado trimestral recorde na Sapa
  • Programa «Better» em dia para alcançar meta de NOK 500 milhões em 2017
  • Acordo de aquisição da Sapa, conclusão prevista para o segundo semestre de 2017
  • Projeto de tecnologia de Karmoy dentro do prazo e orçamento, com início previsto para o quarto trimestre de 2017
  • Expectativa de crescimento global de alumínio primário de 4-6% para 2017, com um mercado grandemente em equilíbrio.

“A alta de preços do alumínio no trimestre levou a resultados encorajadores. Estou satisfeito também de ver que a Sapa teve resultados recordes, continuando sua forte tendência”, disse o presidente e CEO da Hydro, Svein Richard Brandtzæg. “A Hydro confirmará sua posição de empresa integrada de alumínio líder mundial com o acordo de compra da participação de 50% da Orkla na empresa líder mundial de extrusão Sapa. A transação reforça nossa direção estratégica para nos tornarmos melhor, maior e mais verde, com uma base de ativos sólida e competências e capacidades únicas em toda a cadeia de valor”, disse Brandtzæg. A conclusão do acordo está prevista para o segundo semestre de 2017, estando dependente da aprovação das autoridades regulatórias.

O EBIT ajustado da área de negócios Bauxita & Alumina apresentou queda, se comparado com o primeiro trimestre. Os preços mais baixos da alumina, afetados por um índice de alumina mais fraco e maior consumo de matéria-prima, pesaram nos resultados, ao passo que volumes de vendas mais elevados contribuíram positivamente. A produção da refinaria de alumina Hydro Alunorte e da mina de bauxita Hydro Paragominas foi mais alta no segundo trimestre, após a manutenção planejada do primeiro trimestre. O início das operações do novo sistema de filtro à pressão, para remover e reciclar a soda cáustica dos resíduos de bauxita, acarretou custos adicionais para a refinaria.

O EBIT ajustado da área de negócios Metal Primário foi mais alto no segundo trimestre, em virtude dos preços all-in de metal realizados mais altos, ainda que parcialmente afetados por custos mais elevados de matéria-prima.

O EBIT ajustado da Mercados de Metal melhorou significativamente no segundo trimestre, em grande parte devido à avaliação positiva de estoque e aos efeitos cambiais, além de melhores resultados de aprovisionamento e atividades comerciais. Os resultados das refusoras também foram melhores no segundo trimestre, impactados pelo aumento no volume de vendas e das margens de contribuição.

“Vemos que houve um déficit global de alumínio primário no trimestre, causado pelo aumento do déficit fora da China e parcialmente afetado pelo superávit na China. Para o ano como um todo, mantemos nossa expectativa de crescimento global de alumínio primário de 4-6% para 2017, e esperamos que o mercado global de alumínio se mantenha amplamente equilibrado”, disse Brandtzæg.

O EBIT ajustado da área de negócios Produtos Laminados mostrou queda no segundo trimestre, se comparado com o primeiro trimestre de 2017. A queda se deu especialmente pela redução das margens médias, causados pelo mix de produtos, e alocações para compensações de empregados, em grande parte relacionadas a anos anteriores. Os desafios operacionais do primeiro trimestre foram parcialmente resolvidos, reduzindo os efeitos de custos negativos nos resultados do segundo trimestre. A fábrica de alumínio de Neuss se beneficiou do preço all-in de metal e dos custos mais baixos de alumina.

O EBIT ajustado da área de negócios Energia foi menor em comparação com o trimestre anterior, especialmente devido à produção e preços sazonais mais baixos.

O EBIT ajustado da Sapa, ao contrário, teve alta em relação ao primeiro trimestre, com resultados trimestrais recordes e de acordo com a sazonalidade geral da indústria, mas também por causa de um melhor desempenho geral.

A Hydro continua progredindo com seu programa de melhorias “Better”. Apesar de ligeiramente atrasada, a empresa espera alcançar tanto a meta de NOK 500 milhões para 2017 como a meta de 2,9 bilhões para 2019.

A posição de caixa líquido2) da Hydro aumentou em NOK 0,1 bilhão, totalizando NOK 6 bilhões no final do segundo trimestre. O caixa líquido de atividades operacionais somou NOK 4,3 bilhões, inclusive dividendos recebidos da Sapa de NOK 1,5 bilhão e o aumento do capital operacional por conta da sazonalidade e preços mais altos. O caixa líquido utilizado para atividades de investimento, não incluídos investimentos em curto prazo, perfizeram NOK 1,1 bilhão. Durante o segundo trimestre, os dividendos pagos para os acionistas da Norsk Hydro ASA somaram NOK 2,6 bilhões.

Os lucros reportados antes de juros e impostos atingiram NOK 2,94 bilhões para o segundo trimestre. Além dos fatores mencionados acima, o EBIT reportado incluiu perdas derivadas líquidas não realizadas de NOK 66 milhões e efeitos cambiais positivos de NOK 138 milhões. Os lucros reportados também incluíram uma perda líquida de NOK 56 milhões da Sapa (cota da Hydro depois dos impostos), relacionadas com perdas derivadas não realizadas e perdas cambiais líquidas.

A receita líquida somou NOK 1,56 bilhão no segundo trimestre, incluindo perdas cambiais líquidas, basicamente não realizadas, de NOK 918 milhões, que refletem o enfraquecimento do real em relação ao dólar americano, afetando as dívidas em dólar no Brasil, e o fortalecimento do euro em relação à coroa norueguesa nas taxas futuras, que resultou em perda não realizada em derivados embutidos em contratos de energia em euros.

(em inglês) 

Key financial informationSecond quarter 2017First quarter 2017Change prior quarterSecond quarter 2016Change prior year quarterFirst half 2017First half 2016Year 2016
NOK million, except per share data
Revenue 24,591 23,026 7% 20,391 21% 47,617 40,529 81,953
Earnings before financial items and tax (EBIT) 2,946 2,410 22% 1,978 49% 5,356 3,672 7,011
Items excluded from underlying EBIT (16) (126) 87% (360) 96% (141) (552) (586)
Underlying EBIT 2,930 2,284 28% 1,618 81% 5,214 3,119 6,425
 
Underlying EBIT:
Bauxite & Alumina 662 756 (12)% 174 >100% 1,418 363 1,227
Primary Metal 1,486 900 65% 702 >100% 2,386 1,020 2,258
Metal Markets 244 24 >100% 75 >100% 268 241 510
Rolled Products 84 106 (21)% 242 (65)% 191 491 708
Energy 284 423 (33)% 301 (6)% 707 699 1,343
Other and eliminations 170 74 >100% 125 37% 245 306 380
Underlying EBIT 2,930 2,284 28% 1,618 81% 5,214 3,119 6,425
 
Earnings before financial items, tax, depreciation and amortization (EBITDA) 4,335 3,762 15% 3,222 35% 8,097 6,131 12,485
Underlying EBITDA 4,319 3,637 19% 2,862 51% 7,956 5,578 11,474
 
Net income (loss) 1,562 1,838 (15)% 2,077 (25)% 3,401 4,459 6,586
Underlying net income (loss) 2,214 1,580 40% 1,126 97% 3,795 1,949 3,875
 
Earnings per share 0.73 0.86 (16)% 0.95 (24)% 1.59 2.08 3.13
Underlying earnings per share 1.04 0.75 38% 0.52 >100% 1.79 0.91 1.83
 
Financial data:
Investments 1,420 1,372 4% 1,711 (17)% 2,792 3,681 9,137
Adjusted net cash (debt) (5,146) (5,358) 4% (8,758) 41% (5,146) (8,758) (5,598)
 
Key Operational information
Bauxite production (kmt) 2,943 2,400 23% 2,609 13% 5,343 5,292 11,132
Alumina production (kmt) 1,576 1,523 3% 1,554 1% 3,099 3,071 6,341
Primary aluminium production (kmt) 523 516 1% 518 1% 1,039 1,032 2,085
Realized aluminium price LME (USD/mt) 1,902 1,757 8% 1,546 23% 1,828 1,522 1,574
Realized aluminium price LME (NOK/mt) 16,265 14,798 10% 12,826 27% 15,517 12,887 13,193
Realized USD/NOK exchange rate 8.55 8.42 2% 8.30 3% 8.49 8.47 8.38
Rolled Products sales volumes to external market (kmt) 239 241 (1)% 238 0% 480 467 911
Sapa sales volumes (kmt) 180 178 1% 183 (2)% 357 358 682
Power production (GWh) 2,369 2,869 (17)% 2,674 (11)% 5,238 5,835 11,332