Skip to content

Albras e Alunorte garantem a verticalização do alumínio no Pará

Empresas da Hydro, localizadas no município de Barcarena, atuam há várias décadas no Estado

Albras plant_1036.jpg
Albras (Foto: Led Produções)

Uma das maiores produtoras de metal primário das Américas, a Albras, completou 34 anos de operação no Pará, em 24 de outubro de 2019. O alumínio produzido na empresa, ainda em forma líquida, é fornecido ao cliente em Barcarena, que o utiliza na produção de cabos, garantindo a verticalização do metal no Estado. Também em outubro, a refinaria de alumina Alunorte completou 24 anos de atividades no município, o que mostra a importância das empresas Hydro para o desenvolvimento daquela região.

Destinados ao mercado interno e externo, especialmente o industrial, de cabos e automotivo, os lingotes de alumínio produzidos no Pará possuem 99,7% de pureza. A Albras possui duas linhas de alta pureza de lingotes primários, o P0610 e o P1015, além do portfólio tradicional, com o P1020 e metal líquido. Este ano, a empresa também lançou uma nova linha de liga denominada PFA (Primary Foundry Alloy ou Liga de Metal Primário, em português) com 7% ou 11% de adição de silício para atender a indústria automotiva.

“Estes produtos do portfólio podem ser aplicados no desenvolvimento de motores e cabos elétricos, fabricação de rodas e motocicletas, pistões para motores de automóveis e aviões e reforçam o compromisso da empresa com a verticalização e integração da cadeia do alumínio do Pará”, afirma João Batista Menezes, presidente da Albras.

A disponibilidade dos produtos no Pará pode contribuir para o desenvolvimento socioeconômico local, ao tornar a região de Barcarena mais atrativa aos novos investimentos, por exemplo, na área automotiva. “Esses produtos trazem ainda resultados positivos para a balança comercial e o PIB industrial do Estado. Para preparar a planta ao novo momento, a Albras tem feito significativos investimentos desde 2016”, acrescenta o presidente da Albras.

A Albras possui mais de 1.200 empregados. Somados aos outros 2 mil trabalhadores da Alunorte, a Hydro gera aproximadamente 3.200 empregos diretos na região de Barcarena. Maior refinaria de alumina do mundo fora da China, a Alunorte é fornecedora exclusiva de alumina da Albras. Além da Albras, a empresa atende clientes nos USA, Canadá, Oriente Médio, Noruega e Rússia. Parte da alumina produzida na refinaria também é destinada à fabricação de materiais refratários, tratamento de água, produtos abrasivos, para polimento e velas de ignição.

Segurança operacional – A Hydro investiu mais de R$ 1 bilhão para implementar uma das tecnologias mais modernas do mundo no tratamento e armazenamento de resíduos na refinaria, os filtros prensa. Os filtros prensa geram um resíduo com 78% de teor de sólidos, o que permite o empilhamento a seco por meio de compactação, aumentando a segurança do depósito. A empresa foi a primeira a usar essa tecnologia para filtração de resíduos no Brasil em larga escala.

Com a combinação dessas duas tecnologias (filtros prensa e compactação), o espaço necessário para armazenar os resíduos é quatro vezes menor, quando comparado à tecnologia anterior. Esse procedimento reduz significativamente a umidade do resíduo de bauxita. A refinaria investe também na gestão de efluentes e monitora os depósitos utilizando instrumentos geotécnicos para avaliar a segurança e a estabilidade operacional. Até 2020, serão investidos R$ 675 milhões no sistema de tratamento de água da refinaria.