Skip to content

Barcarena terá uma Unidade de Triagem de Materiais Recicláveis no segundo semestre

A construção do espaço e a instalação dos equipamentos estão em fase final de obras

020721_UT Barcarena_site hydro.JPG
Obras de construção da UT estão em fase final

As obras da primeira Unidade de Triagem de Materiais Recicláveis de Barcarena (UT) estão avançadas no município. Para sua operação, também já foram adquiridos os equipamentos de processamento dos resíduos sólidos, como prensas horizontais e verticais, esteiras de triagem, subestação de energia, empilhadeiras, moega separadora, triturador de papel e triturador de vidro, além de sistema de combate a incêndios. Os equipamentos estão sendo testados e vistoriados antes de entrarem em funcionamento. A UT terá capacidade para processar até 280 toneladas de materiais recicláveis por mês, oriundos da coleta seletiva que será implantada pela Prefeitura de Barcarena.

O projeto é um compromisso da Alunorte assumido com a Prefeitura de Barcarena e a população de catadores local. O investimento é da ordem de R$ 30 milhões e contempla a construção e aquisição de toda a infraestrutura necessária para o funcionamento da UT, como parte dos acordos firmados no Termo de Compromisso (TC), assinado entre a Hydro, Alunorte e o Governo do Pará, em 2018. Após a conclusão das obras, a empresa doará a infraestrutura ao poder público competente, que será o responsável pela gestão e manutenção da unidade de triagem.

A expectativa é que os materiais processados na UT atendam a demanda de empresas de reciclagem da região e dos municípios de Belém e Ananindeua, que concentram as principais recicladoras. Dados da indústria de reciclagem indicam que são movimentadas, mensalmente, cerca de 3,5 mil toneladas de papel e papelão, 1,5 mil toneladas de plásticos, 1,1 mil toneladas de alumínio (com um valor maior na comercialização) e 10 mil toneladas de ferro, sendo que a venda de plástico e de alumínio pelos catadores é a que garante maior faturamento aos trabalhadores.

“A unidade de triagem é uma iniciativa inédita na região, com um projeto estrutural e equipamentos completos, que responde a uma demanda prioritária do território. E deverá atender mais de 100 catadores de materiais recicláveis, que atualmente exercem suas atividades no depósito de lixo do Bom Futuro. A ideia é estimular que eles tenham independência financeira e assumam o protagonismo de suas trajetórias. Dessa forma, a Companhia incentiva o trabalho decente para todos e todas, em alinhamento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU”, afirma Eduardo Figueiredo, diretor de Desenvolvimento Territorial da Hydro.

A UT de Barcarena será composta por galpão de triagem com esteiras automatizadas, galpões de prensagem e de estocagem de materiais, áreas de carregamento e descarregamento. Haverá também uma área administrativa com portaria, escritório, vestiários, cozinha e refeitório, salas de reunião e de treinamento, além de um espaço de convivência aos cooperados.

Gestão de resíduos - A partir do funcionamento da UT, a expectativa é que os catadores tripliquem a sua renda mensal, além da mobilidade social para realização de suas atividades em um ambiente seguro e saudável. A unidade de triagem também é um dos pilares do programa Sustentar, realizado pela Hydro Alunorte, Albras e Prefeitura de Barcarena, desde 2018, em apoio à gestão de resíduos sólidos do município. O programa prevê ainda a inclusão social dos catadores de materiais recicláveis e a capacitação deste grupo para operar a UT, além do desenvolvimento da educação ambiental como uma política pública estruturante.

O Sustentar é executado com o apoio de parceiros como Draxos, responsável pelas ações de educação ambiental, e Tetra +, que atua na organização e capacitação dos catadores. Segundo Luana Carvalhosa, gerente sênior de Programas Sociais da Hydro, o engajamento da população é fundamental para garantir a gestão eficaz dos resíduos sólidos urbanos, a limpeza pública e uma vida saudável em Barcarena. “Por isso, as ações do Sustentar envolvem gestores públicos, lideranças comunitárias, catadores de materiais recicláveis, comércio local, instituições de ensino e pesquisa, empresas e outras partes interessadas. Com este programa, esperamos avançar na sensibilização da população local sobre a destinação responsável dos resíduos, assim como contribuir para uma sociedade mais viável para todos”, ressalta.

In Press Porter Novelli

External Press Officer

Recommended for you