Skip to content

Inovação permite ampliação de portfólio e produção da Albras

Em dois anos, a empresa já chegou a 2ª posição no ranking nacional de comercialização da liga PFA, usada pela indústria automotiva

160921 - Albras.JPG
Albras já é a segunda maior fabricante de PFA no país

É cada vez maior a possibilidade de ver pelas ruas do Brasil e de outros países carros circulando com rodas de liga leve que contém alumínio produzido em Barcarena. É nesta cidade do nordeste paraense que está localizada a Albras, maior produtora de alumínio primário no Brasil. Com inovação e investimentos em estrutura, a empresa está se destacando no mercado de liga PFA (lingote com liga de silício), utilizado em larga escala pela indústria automotiva.

Desde o lançamento desta liga no seu portfólio, em 2019, a Albras ampliou em 100% a produção e já é a segunda maior fabricante de PFA no país. A expectativa é encerrar 2021 com a fabricação de 10 mil toneladas da liga, o dobro do produzido no ano passado.

Dentre as funcionalidades da PFA, ela pode ser usada na fabricação das rodas de liga leve de alumínio e de pistão para motores de automóveis, que é um cilindro sólido de metal, chamado de “coração” do motor de combustão interna.

Para garantir a posição no ranking nacional e alcançar a qualidade exigida pelo mercado, a solução implantada pela Albras foi investir em tecnologia e em qualificação. Uma das iniciativas foi aproximar cada vez mais o Laboratório às áreas das etapas de produção: Carbono, Redução e Fundição. O laboratório realiza análises químicas e físicas para avaliar a qualidade do alumínio produzido na empresa e, se necessário, apontar oportunidades de melhoria na fabricação.

“É com inovação nas análises, desde o recebimento da matéria-prima até o produto final, que conseguimos garantir a qualidade dos produtos da empresa. Na matéria-prima recebida, por exemplo, verificamos e equalizamos os parâmetros de propriedades físicas e químicas para que não haja impacto na pureza do alumínio fornecido aos clientes”, explica Katya Oliveira, supervisora do Laboratório.

Uma das inovações de 2021 no Laboratório da Albras é a análise metalográfica feita na liga PFA para checagem da distribuição dos seus componentes, como o silício. A equipe formada por 13 pessoas, a maioria Técnicos em Química, foi treinada para aplicar essa técnica, que permite identificar detalhes estruturais das amostras de produto. Com essa melhoria, a empresa consegue atestar o atendimento aos critérios de pureza do alumínio.

“A análise metalográfica contribui para melhoria do processo de fabricação da liga. Quanto mais eu conheço a estrutura do material, mais posso atuar em homogeneização, em definição de temperatura, em quantidade de material adicionado”, comenta Katya. “O nosso principal desafio é sempre dar maior precisão às análises que conferem confiabilidade aos resultados. Para isso, são importantes os treinamentos das equipes e a aquisição de equipamentos”, completa a supervisora.

Outra linha de investimento é na estrutura física do laboratório. Além de reformas de equipamentos e manutenção de ativos, reforçadas a partir de 2018, a Albras adquiriu em 2021 novos equipamentos, como um moderno moinho para preparar amostras da matéria-prima do alumínio e um espectrômetro de emissão ótica, que faz a análise química da composição da liga durante a fabricação.

 

Portfólio da Albras - Os produtos da Albras podem ter diversas aplicações, como no desenvolvimento de motores e cabos elétricos, fabricação de rodas e motocicletas, pistões para motores de automóveis e aviões, construção civil e embalagens. Cerca de 70% da produção da Albras é fornecida ao mercado interno. Além da liga PFA, também são fabricados os lingotes primários P1020, P1015 e P0610. Outras produções de alumínio primário e ligas podem ser desenvolvidas e produzidas sob demanda junto a clientes. A verticalização e a integração da cadeia do alumínio no Pará contribuem ao desenvolvimento socioeconômico local, atraindo novos investimentos, por exemplo, na área automotiva.

“Temos demonstrado o nosso compromisso com o desenvolvimento do Pará, com inovação na fabricação de produtos de qualidade para diversos setores. Assim, também nos manteremos na liderança no mercado de alumínio primário. Já iniciamos a produção para teste de uma nova liga que irá atender o setor elétrico, com potencial para desenvolver um cliente para a Albras. O nosso foco é a satisfação de nossos clientes, sempre”, afirma João Batista Menezes, presidente da Albras.

In Press Porter Novelli

External Press Officer

Recommended for you