Skip to content

Mineração Paragominas inicia obras de substituição de trechos do mineroduto em Paragominas

A manutenção periódica é realizada para garantir a segurança operacional. Serão substituídos 42 quilômetros de tubulação até dezembro deste ano

A Mineração Paragominas está iniciando as obras de substituição de dois trechos do mineroduto que leva a bauxita da mina para a refinaria Alunorte, em Barcarena. As duas frentes de obras ocorrem paralelamente, sendo uma de 33 quilômetros, que abrange os municípios de Abaetetuba e Barcarena, e outra de 9 quilômetros, no município de Ipixuna do Pará, totalizando 42 quilômetros que serão substituídos, do total de 244 quilômetros do mineroduto. Esta substituição faz parte da manutenção periódica do duto e garante a segurança das operações, do meio ambiente e das pessoas. As obras serão foram iniciadas em abril e serão finalizadas até dezembro deste ano e mantêm todos os acessos e vias trafegáveis, não havendo necessidades de interdições em nenhum trecho.

“A definição do cronograma levou em consideração padrões internacionais de segurança e o chamado ‘período seco’ da região amazônica, o que permite maior agilidade e segurança na execução das etapas. As obras de manutenção são periódicas e previamente definidas para garantir a segurança das operações e das pessoas, assim como a conservação do meio ambiente. Além da série de ações de saúde e segurança já adotadas como padrão em projetos e operações da Hydro em todas as unidades, os reforços adotados pela empresa em função da prevenção da Covid-19 também serão rigorosamente adotados”, afirma Evilmar Fonseca, diretor industrial da Mineração Paragominas.

Entre as ações de prevenção da Covid-19, destaca-se o cuidado com medidas de proteção aos empregados, próprios e contratados, e comunidades. Rígidos protocolos são mantidos desde a contratação dos profissionais, transporte para canteiro de obras e alimentação em campo, mantendo orientação permanente dos cuidados preventivos que devem ser cumpridos dentro e fora do ambiente de trabalho, até a realização de testes periódicos, uso obrigatório de máscaras e disponibilização permanente de álcool em gel para higienização.

A substituição dos trechos contará com cerca de 800 profissionais, entre empregados diretos e indiretos. A priorização será pela contratação de mão de obra local e de moradores dos municípios próximos ao empreendimento, assim como a contratação de serviços e materiais. As ofertas de vagas ocorrerão prioritariamente através do Sistema Nacional de Emprego (Sine) ou por meio da Secretaria Municipal de Ação Social, quando não houver Sine na região. Além da geração de empregos e movimentação da economia local, temos uma equipe em campo promovendo diálogos permanentes com as comunidades para ações de apoio e esclarecimento sobre as obras do mineroduto.

Programa de Capacitação Profissional

Alinhada à estratégia da Hydro de contribuir positivamente nas comunidades vizinhas de suas atividades, a empresa está promovendo o Programa de Capacitação Profissional em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Em 2021, o programa resultará na formação gratuita de cerca de 90 alunos dos municípios de Abaetetuba e Ipixuna do Pará. De Abaetetuba, são 40 alunos das comunidades Nossa Senhora das Graças, Itacupé, Sucupira e Nova Colônia, que estão realizando os cursos de soldador e lixador. Já para moradores da comunidade Canaã, de Ipixuna do Pará, são 50 alunos para os cursos de formação para soldador, lixador e eletricista. A capacitação leva cerca de três meses e garante certificação pelo Senai, reconhecida em todo território nacional.

No total, ao longo dos próximos anos, serão 230 vagas em 18 turmas em 4 (quatro) cursos de formação gratuita e direcionada a moradores de 11 (onze) comunidades próximas ao mineroduto e linha de transmissão nos municípios de Abaetetuba, Ipixuna do Pará, Acará, Moju e Tomé-Açu.

In Press Porter Novelli

External Press Officer

Recommended for you