Skip to content

Segurança e Tecnologia

A refinaria de alumina Alunorte mantém abrangentes mecanismos de controle ambiental que visam garantir a segurança e a sustentabilidade em operações.

Estação de Tratamento de Efluentes da Alunorte
Estação de Tratamento de Efluentes da Alunorte

A Alunorte utiliza a mais moderna tecnologia do mundo para a disposição de resíduos: o uso de 8 filtros de prensa, gerando um resíduo com 78% de teor de sólidos, permitindo o empilhamento a seco do resíduo com compactação.

A refinaria de alumina foi a primeira a usar essa tecnologia para filtração de resíduos no Brasil em larga escala. Além disso, a fábrica investe fortemente na gestão de efluentes e monitora os DRSs, utilizando instrumentos geotécnicos para avaliar a segurança e a estabilidade operacional.

Controles ambientais

Ar

A Alunorte realiza o monitoramento mensal da qualidade do ar nas comunidades do entorno. Os parâmetros analisados são o total de partículas em suspensão e SO2 (dióxido de enxofre). A empresa possui três estações de monitoramento da qualidade do ar nas comunidades: Vila dos Cabanas; Planta (localizada atrás da Albras); e Vila do Conde.

A Alunorte aplica precipitadores eletrostáticos, filtros de mangas; controle pela irrigação dos acessos e monitoramento contínuo das fontes de emissões da fábrica (calcinadores rotativos e caldeiras) para garantir baixas taxas de emissões na refinaria.

Ruído

A empresa mantém 16 pontos de medição de ruído e realiza uma análise anual de ruído nas áreas do entorno da fábrica. Todos os resultados estão abaixo do nível permitido pelo Conama n º 01/90.

Água

Em relação aos efluentes tratados, a Alunorte monitora e analisa continuamente a qualidade e o cumprimento de todos os parâmetros legais aplicáveis.

Os parâmetros observados são: Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO), Demanda Química de Oxigênio, material inalável, coliformes termotolerantes; óleo e graxa, ferro, Nitrogênio amoniacal, temperatura, pH, sílica, sulfato, sólidos suspensos, sódio, alumínio, cálcio, ferro, magnésio, alcalinidade, cloreto, oxigênio dissolvido na água, metais estabelecidos na resolução do 430 do CONAMA.

A Alunorte, de acordo com sua licença de operação, realiza o monitoramento de metais pesados a cada 6 meses. Todos os resultados, incluindo cádmio, arsênio, cromo, mercúrio e chumbo estão abaixo dos limites legais. Esses dados são reportados às instituições ambientais anualmente, conforme previsto na licença de operação.

Plano de atendimento às emergências

A Alunorte tem uma equipe comunitária de resposta a emergências ambientais, que tem como objetivo alertar e orientar as comunidades do entorno o mais rápido possível, com foco nos eventos da operação da refinaria. Todos os contratados são das comunidades do entorno.

Equipe de resposta a emergências em treinamento

A equipe foi treinada para prestar primeiros socorros e atendimento de emergência.

Além disso, como parte do Plano de Atendimento a Emergências para as comunidades, a Alunorte possui veículos equipados com alto-falante para comunicação com a população. Estes veículos estão estrategicamente posicionados para ação rápida e chegada de informações para a sociedade.

Simulados constantemente testam a resposta da empresa para emergências.

Veja como são os simulados de emergência da Alunorte:

Páginas relacionadas