Nossa história

  • A Hydro é fundada pelo engenheiro norueguês Sam Eyde, que se baseou em um método de produção de fertilizantes por meio da extração de nitrogênio do ar usando energia hidráulica, inventado por ele e o cientista norueguês Kristian Birkeland.

    Originalmente, os fundadores tinham a intenção de usar as fontes de energia hidroelétrica da Noruega para produzir alumínio, mas não dispunham da matéria prima necessária.

    Na Noruega, a empresa fundou a maior planta de energia hidrelétrica da Europa e, em 1907, deu início à primeira produção de nitrofertilizantes bem sucedida do mundo. Poucos anos depois, a empresa expandiu suas atividades, fundando a maior instalação de planta de energia hidrelétrica do mundo.

  • Durante a Segunda Guerra, a Hydro foi controlada pelos interesses alemães. A empresa iniciou a construção da sua primeira fábrica de alumínio na Noruega. O local da construção foi alvo dos bombardeios dos aliados, ceifando a vida de 55 operários da construção.

    A Hydro produzia água pesada, um subproduto da produção de fertilizantes, e as potências aliadas temiam que esse material pudesse ser usado para construir bombas nucleares. As instalações de produção da Hydro foram bombardeadas e sabotadas, resultando em 21 baixas adicionais. Depois da guerra, o governo norueguês assumiu a posse dos estoques alemães da Hydro.

  • A Hydro decide construir sua primeira fábrica de alumínio, Alnor, em Karmøy, Noruega, com participação de uma empresa americana.

    Nesse mesmo ano, a Hydro decide participar das explorações de petróleo e gás no mar do Norte em cooperação com cinco empresas petrolíferas francesas.

  • Encontrado petróleo em Ekofisk no mar do Norte, com participação da Hydro.

    Foi a primeira grande descoberta de petróleo na placa continental norueguesa e marcou o começo real da indústria petrolífera norueguesa.

    Nos anos seguintes, a Hydro evoluiu com rapidez, tornando-se uma das principais produtoras de petróleo e de gás no mar do Norte.

  • A Hydro dá início à sua expansão com as primeiras fábricas de amônia e de fertilizantes no Qatar.

    O projeto também estabeleceu os alicerces para uma cooperação a longo prazo tendo como sócio a Qatar Petroleum.

    Nos anos seguintes, a atividade internacional da Hydro no campo de fertilizantes cresceu rapidamente, com diversas grandes aquisições.

  • Hydro se une à ÅSV, criando uma das principais empresas de alumínio da Europa.

    A fusão tinha como objetivo garantir o futuro no campo dos produtos semimanufaturados e também o fornecimento de matéria prima.

    Nesse mesmo período, a Hydro adquiriu cinco fábricas de extrusão na Europa Central, o primeiro grande passo para a expansão do ramo de alumínio na Europa.

  • Começo da produção no campo de petróleo e de gás de Oseberg, no mar do Norte, o primeiro tendo a Hydro como operadora.

    A evolução de Oseberg incluiu diversas melhorias tecnológicas relevantes em comparação com os projetos de offshore tradicionais.

    Nos anos seguintes, a Hydro alcançou a posição de um dos líderes na tecnologia em operações de offshore em alto mar.

  • A Hydro adquire a empresa de alumínio alemã VAW, tornando-se, sem dúvida, na maior empresa de alumínio da Europa.

    A absorção incluiu parte das mais importantes operações de produtos laminados do mundo.

    A principal empresa francesa de sistemas de construção, Technal, também foi adquirida em 2002.

  • O ramo original da empresa, operações com fertilizantes, foi incluído na Bolsa de Oslo como uma empresa à parte, criando a Yara International, um dos líderes mundiais em fertilizantes.

  • Fusão das operações de gás e petróleo da Hydro com a Statoil, criando uma importante empresa de gás e petróleo offshore.

    A venda das operações de PVC da empresa, poucos meses mais tarde, concluiu um processo de alienação que já tinha começado na década de 1990, transformando a Hydro de um conglomerado em uma empresa focado no setor de alumínio.

  • A Hydro adquire os ativos de alumínios da empresa brasileira Vale para criar uma companhia de alumínio global, totalmente integrada e rica em recursos, com o fornecimento de bauxita garantido para o próximo século.

    A aquisição incluiu as operações de mineração de bauxita, em Paragominas, a participação majoritária na maior refinaria de alumina do mundo, Alunorte, e a participação de 51% na principal empresa de alumínio do Brasil, a Albras.

  • Com a fusão entre a produção mundial de alumínio extrudado da Hydro e sua maior concorrente, a Sapa, a nova empresa conjunta, da qual a Hydro detém 50 % das ações, manteve o nome Sapa e tornou-se o maior fornecedor de alumínio extrudado do mundo, inclusive para as áreas de construção e transporte. A empresa conta atualmente com aproximadamente 25 mil empregados.

    A Sapa tem forte presença no mercado europeu, considerado seu mercado doméstico, bem como nos Estados Unidos, América do Sul, China, Índia e Vietnã, estando entre as empresas líderes mundiais no processamento de alumínio.

  • A aquisição da gigante de extrusão Sapa pela Hydro traz a empresa um passo mais próximo da posição de liderança da indústria global de alumínio. A Hydro possuía 50% da Sapa entre 2013 e 2017. Melhor. Maior. Mais verde. Mais de 35 mil funcionários. 100% alumínio


Actualizado: novembro 17, 2016